Anatomia de um bom domínio

Escolher o domínio certo para o nosso empreendimento na Web é um dos factores críticos de sucesso, tal é a importância dessa escolha. O domínio é mais que simplesmente uma marca. Fazendo uma analogia com o mundo real, ele é simultaneamente o mapa que nos diz o caminho, a estrada que nos leva à loja, os cartazes que a publicitam e a própria loja. Por este motivo a escolha dever ser reflectida e feita com a importância que lhe é devida.

Aqui fica uma lista para ajudar a testar se o domínio tem o que é necessário para ser um bom domínio:

  1. O nome do domínio deve ser o nome do site. Esta parece óbvia, mas são imensos os casos onde isso não acontece.
  2. Deve ser pequeno. Embora os domínios possam ter até 67 caracteres, os nomes mais pequenos são mais fáceis de memorizar e de digitar. No entanto, é preferível um nome mais longo mas compreensível do que um mais pequeno e que nada diz sobre a empresa (acrónimo). Domínios mais pequenos levam a que seja mais difícil enganar-se a digitar o nome no browser.
  3. Fácil de soletrar e compreender. Deve ser relativamente fácil dizer o endereço do site quer seja em pessoa, através da rádio, televisão, etc.
  4. Genérico. Os domínios com palavras genéricas valem ouro. Caso não seja possível registar um domínio desse tipo, escolha um que seja facilmente memorizável (o marketing faz o resto). Devido ao facto de os bons domínios genéricos já estarem todos registados ou à venda a preços muito elevados, a tendência pela escolha de domínios onde a palavra é inventada mas de fácil memorização tem vindo a aumentar.
  5. Evitar o hífen (-). É comum tentarem separar as palavras que compõem o domínio com o hífen, mas tal não deve ser feito. Os domínios que fazem uso do hífen estão mais associados ao SPAM; o aspecto dos domínios escritos com hífen não é tão agradável visualmente; torna o domínio desnecessariamente mais longo; evidencia algum amadorismo no marketing da internet.
  6. Extensão do país ou ‘.com’. A primeira opção para o TLD (top level domain) deve ser aquela onde o publico alvo do site reside (.pt, .com.br, .es, etc), como alternativa apenas o TLD ‘.com’. As outras extensões são completamente dispensáveis.

O domínio deve ser encarado como uma propriedade online, algo que valorizara com o tempo. O seu valor futuro será fruto de uma valorização normal do mercado, caso dos domínios com palavras genéricas, e do investimento de marketing realizado no domínio.

Tópicos: 

Comentários

Olá !

Em 1º lugar gostaria de parabenizar o excelente site do José Fernandes você tem aqui um bom conteúdo.

tenho 3 sites sobre Campos do Jordão www.camposdojordaohospedagem.com.br

www.camposdojordaoreservas.com.br

e

www.portaldecampos.com

Sou mais dominio free ( sou pobre =D )
Tem um tanto de empresas que oferecem dominio "de graça", mais ou você tem que arrumar pontos ou tem de comprar algum outro serviço, sendo que geralmente são dominios grandes e desagradaveis...

Uso este, acho melhor, vc nao precisa gastar nada e o dominio é "agradavel"...

http://www.dominiodegraca.co.cc/

espero que gostem...

Adicionar novo comentário